Relato de viagem

Primeiras impressões de Ushuaia

Dia 07/07/2010, começou nossa aventura radical, saímos de Buenos Aires rumo a Ushuaia, a cidade mais austral do mundo.

Nosso vôo para Ushuaia estava marcado para 9:10, não teve problema de atraso, ocorreu tudo perfeitamente, digo isso pois um dia antes alguns vôos foram do Aeroparque argentino foram cancelados, encontramos um brasileiro no ônibus que nos leva para o avião que confirmou isso.

Eu (Wesley) e Júnior ficamos acordados até às 3:00 tendo somente 4 horas de sono. Nós acordamos 6:45, tomamos café, pegamos nossas malas entramos nos taxis e saímos do Hotel Tribeca com o dia ainda escuro. Por sinal recomendo o Hotel Tribeca para quem desejar se hospedar em Buenos Aires, fica bem no centro da cidade, à 8 quadras do Obelisco, com quartos espaçosos, sala de ginástica sauna e Jacuzi na cobertura. 

Fizemos o check-in, o Aeroparque estava cheio, alguns brasileiros na fila, alguns também indo para Ushuaia e outros para Bariloche. O vôo de Buenos Aires a Ushuaia tem duração de 3:10, pegamos poltronas fora das janelas e com desconhecidos ao nosso lado, porém trocamos de assento e fomos para o fundo da aeronave ao lado da turbina, na janela onde sentei não dava pra ver nada, a turbina tomava conta da janela toda. Coloquei o casaco no rosto e fui cochilando e escutando música até chegar próximo de nosso destino.

Faltando 20 minutos para o pouso, já dava pra ver as montanhas, segundo Júnior, seriam sorvete de côco. Notei que na base da janela começava a se uma pequena camada de gelo e que já dentro do avião dava pra sentir o frio.

Chegamos enfim a cidade que mais desejávamos conhecer, até então ninguém do nosso grupo havia pisado na neve, e a expectativa era grande. Saímos do avião pegamos nossa bagagem, dessa vez a mesma não foi extraviada, e se fosse estaríamos com um grande problema, pois ficar sem roupa aqui é bastante complicado, logo de cara ao sair do aeroporto, nota-se a diferença de temperatura em relação à Buenos Aires.

O aeroporto de Ushuaia é bastante simples, nada de muito extravagante, porém um pouco mais bonito que o aeroporto de Aracaju. Marcelino saiu apertado do avião e foi logo a procura de um baño (banheiro). Demoramos um pouco, mas logo em seguida pegamos dois táxis a caminho do centro, pagamos 20 pesos, o termômetro do carro marcava 1ºC. São 10 minutos do aeroporto até a pousada Fin Del Mundo, que é super aconchegante, lembra uma casa europeia. A dona super simpática nos recebeu muito bem, juntamente com o cachorro e a gata que residem na pousada.

Saímos logo depois que chegamos para dar uma andada pelo centro e conhecer a cidade, algumas lojas de souvenirs, loja de roupas de frio, loja de eletrônicos, muitos restaurantes e até um cassino. Fomos subindo as ruas com calçadas escorregadias, escapei de levar vários tombos, e já vi 3 pessoas caíndo, se sairmos daqui de Ushuaia e ninguém cair será um feito difícil. Durante a nossa caminhada encontramos dois amigos; dois perros (cachorros) deitados na calçada, cachorros de rua que eram grandes e de raça.

Continuamos a subir até chegar na base de uma montanha onde o visual era impressionante, vimos um cavalo negro amarrado, algumas casas interessantes e neve, na qual pisávamos e afundavamos até o meio da canela, andamos até lá eu, Cris, Amon e Marcelino. Júlia e Júnior se queixavam do frio e voltaram para o centro para comer uma pizza. Júlia não estava com o calçado mais adequado para o gelo, acabou tendo que comprar uma bota impermeável por 540 pesos.

Enquanto isso nós voltamos para o centro entramos em um restaurante para comer, o restaurante tinha aquecimento, e nós tivemos que tirar todos os nossos agasalhos, lá comi uma pizza de massa gorda, porém muito gostosa, acompanhado de uma taça de Contreau. Marcelino, Amon e Cris comeram uma salada de entrada e um spaghetti a bolonhesa. Marcelino estava desejando uma sopa e a pediu, porém ficou decepcionado com o que viu, uma água velha rala com alguns pedaços mínimos de cenoura e alguns fiapos de macarrão. Logo depois eu e Amon dividimos uma cerveja Quilmes de 500 ml.

Ainda nesse restaurante encontramos um casal de Fortaleza e três moças de Ribeirão Preto, onde conversamos e discutimos nossos destinos de viagem e elas nos indicaram uma pousada em El Calafate. Em seguida voltamos para pousada para passar as fotos para o computador e postá-las no site.

Enfim, as primeiras impressões de Ushuaia foram super positivas porém o muita coisa boa ainda estava por vir.

 

Encontrou erros nesse post? Comunique!

Roteiro e Localização

Último local: Salvador - Bahia + detalhes
RBBV Código Criativo