Detalhe de status

La Fortuna

Um dia de aventuras maravilhoso, com rafting e visita à fazenda orgânica

Hoje tivemos um dia maravilhoso. Fizemos um rafting no Rio Balsa, que fica a uns 20 kms de La Fortuna. Todo o pessoal é muito bem treinado, com um humor e gentileza incríveis. Depois da descida de duas horas pelo rio tivemos um almoço numa fazenda que produz tudo orgânico. Estava uma delícia! Ao final fizemos um tour pela fazenda recebendo explicações sobre todo o processo de produção.

Outros status recentes

  • Viviane Couto

    Salvador - Bahia, Brasil

    Pensamentos.

    17 dias após chegar em casa, paro o reflito como foi boa esta viagem. As pessoas que me conhecem me param na rua para perguntar como foi de viagem e eu só consigo dizer INESQUECÍVEL. Peru - Maravilhoso cidade que me fez deslumbrar, Panamá - Primeiro momento assustador mas depois suas Ilhas me deixaram encantada, Costa Rica - Quer descobrir natureza e paz é lá. Hoje sinto muita saudade.

  • Marcelino Santanna

    Salvador - Bahia, Brasil

    De tudo um pouco

    Conhecemos seres humanos, almas diferentes, culinária, moedas, danças, esportes, agricultura, arquitetura, cantos, imagens e vestimentas. Em fim, conhecemos novas formas de viver e isto é muito rico e por isso tudo agradeço ao alto e aos meus companheiros de viagem, Amon e Viviane, pela companhia e pelos bons momentos e alegrias que compartilhamos, pelos momentos difíceis que vivemos e que se tornaram aprendizado e crescimento. Por tudo isto muito obrigado

  • Marcelino Santanna

    Salvador - Bahia, Brasil

    Os esportes que fizemos

    Na Costa Rica conhecemos o profissionalismo do turismo de Esporte Radical, praticando o Canopy, pendurados em cabos fixados nas grandes arvores da floresta costariquenha e por eles deslizamos em velocidade de árvore em árvore, percorrendo trechos de quase 3 km,montanha abaixo. Conhecemos o calor das águas termais do Balneário Baldi,com suas piscinas de águas aquecidas pelo Vulcão Arenal, cachoeiras de água quente, tobogans gigantes, e um restaurante que nos deixou saudade até os dias de hoje. Conhecemos a força do Rio Balsa no qual fizemos um rafting de 9 km em bote, conhecemos uma fazenda orgânica, onde saboreamos um almoço delicioso. Conhecemos também no Panamá, em Bocas del Toro, um esporte muito legal, o Deepboard, prancha de fundo com a qual mergulhamos rebocados por um barco e nos permite manobras radicais com 360 graus. Conhecemos a beleza dos corais da ilha Zapatillla em Boca del Toro no Panamá num mergulho maravilhoso, conhecemos pessoas ,culturas ,crenças,danças,diferentes.

  • Marcelino Santanna

    Salvador - Bahia, Brasil

    As maravilhas que conhecemos

    Estivemos na encantada e maravilhosa Macchu Picchu,com suas construções seculares e perfeitas, que desperta em todos nós um espanto e passamos a nos perguntar como fizeram tamanha obra. Conhecemos o Canal do Panamá com suas eclusas que permite a navegação de navios de grande porte entre o Oceano Atlântico e o Oceano Pacifico e seu Porto gigantesco,considerado um dos maiores do mundo,com sua zona "Free " onde se vende praticamente tudo,a cidade do Panamá com sua agitação e sua economia dolarizada. Estivemos San Blás, um conjunto de mais de 300 ilhas no Caribe Panamenho ,habitadas e dominadas pelos índios Kunas,ilhas quase virgens com uma beleza estonteante. Conhecemos um pouco Bogóta, capital da Colômbia, com seu policiamento ostensivo até nos shoppings centers. Conhecemos o verde exuberante e extenso das matas da Costa Rica, que se estende ate as margens do mar, lugar que nos deixou encantado pela atenção e carinho a nós dispensado, pela organização e força do turismo.

  • Marcelino Santanna

    Salvador - Bahia, Brasil

    A viagem

    Apos viajar 32 dias pelo Peru e America Central retornamos ao Brasil. A viagem foi maravilhosa sore vários aspectos. Conhecemos uma diversidade imensa de paisagens naturais belíssimas,estivemos nas montanhas encravadas nos Andes com suas neves eternas e chegamos à altitude de 4.300m acima do nível do mar em Arequipa no Peru, fomos no lago mais alto do planeta, o Titicaca e conhecemos os habitantes desta incrível região, os índios Uros. Eles moram em ilhas flutuantes formadas por um tipo de junco que eles chamam de "Totora" e com as quais eles fazem suas embarcações, suas casas e quase tudo que usam. levando uma vida bem diferente. Conhecemos o vale Sagrado próximo a Moray, onde os Inkas tinham um laboratório agrícola incrível e que existe até os dias de hoje, lugar onde eles praticaram uma agricultura avançada com uma diversidade de vegetais espantosa (3.000 de batatas), muitas e muitas espécies de milho e outras. Esse vale se mantém fértil ate hoje e é plantado todo ano.

  • Amon Caldas

    Rio De Janeiro, Rio de Janeiro

    Viagem maravilhosa

    Depois de uma viagem maravilhosa por mais de 30 dias chegamos de volta ao Brasil. Devido a um problema com nosso voo causado pela TAM tivemos de dormir uma noite no Rio e pegar voo da manhã seguinte. O custo da estadia e alimentação foi por conta da companhia aérea, mas não pensem que foi fácil. Depois de muita reclamação nos foi dado um voucher e ficamos hospedados no hotel que fica dentro do aeroporto do Galeão. Um hotel muito bom. Aproveitamos para jantar no buffet livre maravilhoso também incluído no voucher e pudemos acordar quase uma hora antes do voo, já que já estávamos dentro do aeroporto. Nos próximo dias serão publicados os relatos que faltam contando todas as emoções vividas e também muitas fotos e vídeos.

  • Viviane Couto

    Kuna Yala, Panamá

    Voltando ao Brasil!

    Depois de 30 dias de viagem estamos de volta em Lima, vamos dormir uma noite aqui e amanhã embarcaremos rumo ao Brasil levando na memória cada detalhe e experiência dessa incrível viagem.

  • Marcelino Santanna

    San Blas Islands, Panamá

    Nas ilhas de San Blas,Panamá Caribe

    Na ilha do Índio Ina aqui no caribe panamenho amanheceu com muito vento como sempre é aqui.A ilha é pequena ontem percorremos ela toda,cálculo que deve ter aproximadamente 20.000 m2, tem umas cinquenta cabanas de palha no máximo,algumas para aluguel e o restantes dos índio que habitam a ilha. Os Kunas vivem de turismo,da pesca em geral e principalmente da lagosta que tem muita aqui. As mulheres andam toda enfeitadas com faixas coloridas artesanais confeccionadas por elas,bem coloridas enroladas nos braços e nas pernas. Na hora das refeições nos chamam soprando uns abusos gigantes que tem por aqui. O dia aqui segue tranquilo,parece que o tempo parou longe da agitação das cidades grandes tudo aqui segue o rítmo da natureza,do mar,do sol e o dia transcorre na tranquilidade absoluta com o som do mar e a luminosidade do sol durante o dia e a escuridão da noite a noite. Aqui não tem energia elétrica, Nem água encanada,a água potável é trazida o continente em tonéis plásticos por barco.

  • Marcelino Santanna

    Panamá, Panama

    Panamá as ilhas Caribenhas

    Saímos da cidade do Panamã as 6,30 da manhã em uma Toyota 4x4 com junier,que faz translado das pessoas que vão a San Blas. Andamos 2 hs em uma estrada com bom asfalto,passamos em dois pedágios e começamos a sair da zona urbana. Viajamos quase todo o tempo margeando Oceano Pacífico . Paramos em uma barraca as margens da estrada para tomar o café da manhã e logo depois pegamos a estrada que nos leva para San Blas,e começamos andar em direção ao Oceano Atlântico, a estrada e cheia de curvas e com muitas subidas e atravessa uma região bem montanhosa,andamos uma hora nela e começamos a sentir a brisa do Atlântico,logo a frente um mirante onde avista-se o Oceano Atlântico e algumas ilhas das mais de trezentas que existe aqui no Caribe Panamenho. O Panamá aqui tem um território muito estreito e em menos de quatro hs. de viagem saímos da margem do Pacifico e chegamos ão atlântico com suas diversas ilhas e beleza. Enfim passamos por um pedágio indígena no território dos Índios Kunas,que habita

  • Amon Caldas

    Cidade do Panamá, Panama

    Marcelino no vício de postar na Internet

    Nesta viagem uma das principais surpresas foi que Marcelino ficou num vício danado. A todo tempo queria postar no site e acessar Facebook. Toda vez que chegávamos a um restaurante ou hotel ele logo perguntava se tinha wifi. Ficou várias noites até tarde na Internet enquanto a gente estava dormindo! Hô vício danado!

  • mais

Roteiro e Localização

Último local: + detalhes
RBBV Código Criativo